quarta-feira, dezembro 31, 2014

O GASÓLEO MAIS BARATO EM COIMBRA

Há uns dias atrás abastecemos na GALP a 0.98754498 euros o litro. Abaixo de um euro! Não é nada de jeito, mas é o preço possível aproveitando as promoções e os descontos. Claro que a maior poupança é não usar automóvel, porque se poupa em todas as frentes e, por outro lado, não se contribui para um orçamento de estado de vigarice, em que o nosso dinheiro vai para salvar bancos. E para pagar juros da dívida que não pára de crescer. Viva a bicicleta! Esta é a minha última reflexão de 2014!

terça-feira, dezembro 30, 2014

PODEMOS OU NÃO PODEMOS?

É claro que podemos, basta unir. Lembram-se do slogan: O POVO... UNIDO... JAMAIS SERÁ VENCIDO ?
E não ter medo das ameaças dos mesmos do costume ("depois de nós o holocausto", "ai de vós sem nós e o nosso dinheirinho", "fora de nós não há futuro possível", "que futuro para as pessoas sem os bancos")!
Aqui partilho uma entrevista escrita  recente ao Pablo Iglesias (link para a entrevista ao El Periodico) e já agora uma entrevista televisiva, também em espanhol, no mínimo para vermos que as televisões não têm que ser mediocres, podem passar programas informativos de qualidade que não sejam só sobre os jogos de futebol (link para a enytrevista cuja sinopse é esta: "La deuda pública española se ha triplicado durante la crisis y asciende ya a 1 billón de euros, lo que equivale al 100% del PIB. En este contexto, se empieza a cuestionar que esta deuda se pueda pagar si no se reestructura. Salvados se desplaza a Ecuador para entrevistar a su presidente, Rafael Correa, que al llegar al poder hace siete años reestructuró la deuda del país y dejó de pagar una parte, ¿sería posible algo así en España? Antes de viajar a Ecuador, Jordi Évole habla con el economista Oriol Amat y el exdiputado socialista Antonio Gutiérrez, que sobre la reforma constitucional del 2011 que limitaba el déficit y prioriza el pago de la deuda, nos cuenta que la reforma “fue un acuerdo entre Zapatero y Rajoy. La mayoría de diputados nos enteramos cuando el presidente lo anunció desde la tribuna”. Ya en Ecuador, Rafael Correa, nos cuenta cómo reestructuraron la deuda del país partiendo de una auditoría que determinó que una parte de la misma era “deuda ilegítima, ilegal e inmoral. No pagamos”. En la entrevista, Évole también pregunta a Correa por temas más espinosos: ¿Es compatible firmar acuerdos de financiación con China y defender los derechos humanos? ¿Por qué reciben créditos del Banco Mundial después de criticarlo y expulsar a su representante? ¿Qué opina de Hugo Chávez? ¿Hay libertad de expresión en Ecuador? . Título: ¿Podrá España pagar su deuda pública?")

segunda-feira, dezembro 29, 2014

POLITIQUICES

Esta Raquel Varela tem nível, digam lá o que disserem. E os papalvos normalmente dizem mal (video roubado ao Facebook do Movimento (de Facebook) Get Up Portugal:

Mas hoje não resisti em comentar um texto do meu homónimo do PS da Marinha Grande, aqui fica a cópia do que escrevi no seu Facebook:
 
João Paulo Pedrosa (NOTA: ESTE É O MEU HOMÓNIMO QUE DEIXOU ESTA REFLEXÃO BEM PARTIDO SOCIALISTA)
15 h · Editado · 
Kissinger, em 1975, defendeu que Portugal devia ser deixado na esfera da união soviética para assim funcionar como uma vacina contra o comunismo nos restantes países da Europa. A propósito da crise política que a Grécia está a viver hoje é imperioso revisitar Kissinger e deixar, agora, Carlucci no altar da nossa memória salvífica. Com efeito, a Grécia está á beira do precipício político com a inevitável marcação de eleições e a fatal vitória da extrema-esquerda do partido syriza do bufarinheiro alex tsipras. A Europa agita-se, a bolsa treme, os mercados regurgitam e a nossa esquerda lux espreita a todas as esquinas na ânsia de engalanar o discurso. Pois eu faço já aqui o meu registo de interesses, quero, desejo e rezo até se for preciso para que o syriza ganhe, como vacina, como vírus ou como praga, mas ganhem! Se for bom é bom para todos, se acabar em tragédia, como não tem que deixar de acabar ( se jesus fosse um corcunda dificilmente o teriam pregado na cruz) ao menos tira-se dali o sentido. Já nas alegres comadres de windsor se dizia que devemos aceitar o que é impossível deixar de acontecer.
Gosto ·  · 
  • 9 pessoas gostam disto.
  • Joao Franco Se cristo fosse marreco tinham entortado a cruz... é o que vai acontecer se o syriza ganhar...
    10 h · Gosto
  • João Paulo Pedrosa (o outro) O Syriza só ainda não ganhou as eleições porque aparecem sempre os do costume, os responsáveis pelas crises financeiras e que andaram a viver acima das suas possibilidades, a dizer aos eleitores que se isso acontecer vai ser uma desgraça, o apocalipse, o povo vai viver na maior miséria, que a saída do Euro será igual a perder todas as poupanças individuais. As sondagens são uma coisa, outra coisa depois é a campanha que se faz e que amedronta os eleitores e que, lá como cá, diz que não há alternativas para conservar a alternância no poder. Como na agricultura, as receitas que se aplicam num terreno não podem ser aplicadas noutro terreno. O que se passar na Grécia nunca poderá ser transposto para outras terras. Mas, tal como na agricultura, a aplicação de pesticidas tanto funciona numas terras como noutras, neste caso usa-se o medo dos papões e o discurso de que é necessário cortar nos serviços públicos para uma melhor gestão dos dinheiros públicos. Mas vai-se a ver e afinal é só para depois haver dinheiro para continuar a enriquecer o sistema bancário. O Syriza pode não ser a solução, nem o Podemos aqui em Espanha, mas está provado que PS e PSD também não sabem impor-se ao sistema bancário, desviando milhões para salvar as fortunas ligadas ao BPN e ao BES (e consta que alguns milhões também para os seus próprios bolsos). Também já percebi que a minha esquerda, em Portugal, ainda está longe de (continuando na agricultura) conseguir cultivar mais do que uns cravos que florescem em Abril. Muita gente a cavar a terra, mas depois ou usam sementes fora do prazo, ou não regam a sementeira, ou cavam fundo demais e acabam enterrados.
    8 h · Gosto

E umas horas depois lá chega uma notícia que depois da decisão de eleições antecipadas na Grécia o FMI já avisou que corta todas as ajudas e só voltará a ajudar consoante o resultado das eleições. Ele há coisas que já se sabe como funcionam...

domingo, dezembro 28, 2014

ESCREVER E ESCREVER

É por estas e por outras que depois não tenho tempo para ler... mas mesmo sem ser a escrever livros gosto mesmo de escrever. Foi o que fiz, contando um dia motivador para mim. Não terá muito interesse para quem não conhece a APELA, mas aqui fica o registo. Clicar aqui (link para a página na Comunidade ELA).

sexta-feira, dezembro 26, 2014

BALANÇO DO ANO

Uma amiga, inspirada numa coisa que o DN vai publicar, fez o seguinte texto muito pessoal (que aqui publico descaradamente, sem pedir autorização):



A minha receita de 2014 para ser Feliz


13 gotas de Chorar a Rir, falar a sério num brunch , sentindo que os temporais passam com a  Carolina Sá
 7 gotas de Cantar a toda a hora  e aquecer a alma com a  Dianina Batista
6 gotas de Comer uma «Massá» , ir à ginástica e ficar bem disposto da Lala Araujo
45 gotas de uma conversa mistica junto à lareira e sentir que já nos conhecemos desde o liceu - da Nanda Almeida
24 gotas de um passeio no Botânico e sonhar acordado com Quintas e Livros para Crianças - da Lidia Silva
13  gotas de uma visita aos Sapos parteiros e um almoço algures em Coimbra, até ao próximo  concerto com  - do Zé Miguel Oliveira
46 gotas de Comer um croissant e sumo de laranja natural, fazer planos para Cafés e Restaurantes - da Paula Neto
9 gotas de Receber sempre resposta aos meus mails malucos, mesmo quando sejam a traçar planos para construir um jardim de plantas aromaticas no Choupal do JP Pedrosa
2 colheres de sopa  de Recuperar a esperança e rir do que eu propria escrevo e projectar uma viagem a Ponte de Lima e a NY com a  Salomé Serra
5 lufadas de decidir um golpe de estado planifcar uma revolução. com a  Ana Branco
1 cheirinho de Sentir-se  Linda! com  Salomé Lapa uma tarde na Praia Fluvial
17 gotas de Almoçar no Celeiro e descobrir informações incriveis com a  Catarina Eufémia
3 Oh My Gods da Eulália Chilengue
Mil sorrisos dos meninos e meninas que conheci graças a ADAV
13 gotas de conversas circulares com o meu Pai Francisco
«Um Bom dia» das voluntárias mais presentes
365 gotas de cuidados do meu Querido Zé.

Existem ingredientes secretos, o lume não pode ser constante....ora alto, ora baixo...ora alucinante!
Tem de ser condimentado a gosto
Este ano foram estes os meus momentos felizes

Que para o ano não nos faltem os sorrisos e possamos fazer destas poções mágicas com quem está à nossa volta!

quinta-feira, dezembro 25, 2014

PARA OS SOBRINHOS NA SUIÇA

Ainda não percebi porque é que a sobrinha na Croácia veio para Portugal, mas... deve ser pelo clima, só pode ser...



A propósito deste video do Pablo Iglesias, que há pouco tempo apresentei aqui no Malfadado, não resisti a fazer esta pequena reflexão: O futuro presidente lembra os que tiveram que se ausentar do País e que estão longe das famílias, com uma palavra de reconhecimento, mas ao mesmo tempo uma palavra de desprezo por aqueles que têm contas na Suiça. Eu lembro aqui os meus sobrinhos, duas crianças que estão na Suiça e não apanharam o avião para Portugal, e que decerto têm contas bancárias na Suiça. Mas não é de dinheiro sujo, é bem do esforço de pai e mãe, que para ali foram trabalhar, deixando para trás um País que vive na tristeza cantada de ter uma população medrosa e que facilmente se deixa enganar por políticos medíocres na actuação, mas os melhores na gestão da imagem e nas decisões que protegem os interesses dos donos disto tudo. Tenho a certeza que neste Natal, em Portugal, não temos que realçar aqueles que estão longe e vivem noutros países, porque esses estão bem. Temos é que falar daqueles que aqui ficaram e que não têm meios para nestas épocas festivas apanharem o avião para se juntarem à família. Eu por mim tinha ido de bom grado para junto dos meus sobrinhos suiços, a esta hora estava no quentinho do lar a construir galinhas mágicas, ou a encenar uma batalha no espaço, tudo em Lego, disparando morteiros espaciais contra os corruptos que andam por aí no Universo.

quarta-feira, dezembro 24, 2014

PROMOÇÕES E PERDA DE TEMPO

Cá continuo atento às promoções e aos cupões e coisas afins, na perspectiva de poupar alguns euros na aquisição de coisas do dia-a-dia. Mas acho que para o ano tenho que contabilizar as vezes e o tempo despendido nos supermercados a reclamar de preços mal marcados e que na caixa passam mais caros, ou não aplicam a promoção anunciada. O rei dos preços mal marcados é o Pingo Doce, mas hoje foi no Continente, por causa de uns chocolates que apareciam no folheto. Tinha-se acabado o stock na véspera, e então tinham colocado no seu lugar outros chocolates da mesma marca, com a etiqueta a dizer que estavam com 50% de desconto, mas ao pagar na caixa, não só não aplicou os 50% de desconto como eram mais caros. Lá se gastaram preciosos 15 minutos para resolver a situação. Mas lá trouxe os chocolates, que custavam 2.50 cada um, e que estavam a querer cobrar 2.75, ficando cada chocolate, aplicando as promoções e talão, por 0.75. Uns incríveis 6 euros o Kg, por uns chocolates Valor sem açúcar. Claro que custou também ter que estar para ali à espera que se resolvesse a situação, mas pronto, nada que não esteja já habituado a fazer, e sempre vou observando a fauna que por ali vai passando.

terça-feira, dezembro 23, 2014

CARTÃOZINHO DE BOAS FESTAS

Já está, enviado hoje e recebido hoje, nada como um cartãozinho de Boas Festas. Quem não o recebeu no seu mail pode apresentar uma reclamação, para malfadado chego eu...

sexta-feira, dezembro 19, 2014

AINDA UM VIDEO DE CIÊNCIA

Mas também com cães. Há uns tempos que não vou dar uma ajuda à Gaticão, mas quando vejo estes videos de amigos dos animais, dá-me logo vontade de ir até ao canil. É impressionante a capacidade inventiva do Homem, mas também não é menos impressionante a capacidade dos cães se dedicarem ao Homem incondicionalmente.

quinta-feira, dezembro 18, 2014

ASTRO FÍSICO NEIL DEGRASSE TYSON

Vale a pena ver estes três minutos e quem quiser ouvir uma entrevista engraçada, em inglês, a este cientista, faça uma pesquisa com o nome dele e Stephen Colbert. Este Youtube tem legendas em português:

quarta-feira, dezembro 17, 2014

BLOGUES DOS AMIGOS

Há amigos que admiro muito, uns por umas coisas outros por outras. Este é daqueles que admiro por tantas coisas. Um dos seus blogues já está aqui ao lado na minha lista de blogues amigos, CAPINANDO. Mas eis que numa destas coisas das redes é partilhado outro blogue seu. Desta vez dedicado às duas rodas motorizadas. Mesmo para quem não gosta das motas aconselho a leitura só para apreciar o modo como se dedica a estas coisas, tudo bem explicado, as críticas bem fundamentadas. Só porque gosto muita da família dele é que não o chateio mais para se dedicar à política, porque este era o homem certo. Via-o à frente de um movimento para eleger cadeiras vazias no Parlamento, via-o a ganhar os corações das pessoas, porque dele emana aquilo que ele é, não precisa de fingir nem mentir. Aqui fica o link para o blogue dele (clicar aqui), o Moto Gozo (uma tradução livre de Moto Guzzi),

sábado, dezembro 13, 2014

É PRECISO TER LATA...

No meio de muita brincadeira há coisas muito sérias. Volta o Centro Comunitário da Gafanha do Carmo aqui ao Malfadado, desta vez partilho os minutos finais de um vídeo, onde se pode ver, mesmo no final, o que é a lata de pedir ajuda, depois de elogiar quem merece os elogios. Em directo na RTP1, no Programa Agora Nós. Podem ver o video todo, claro, mas partilho só o final, basta clicar aqui (link para o youtube). Aconselho ainda a clicar onde diz "subscrever" (este canal do CCG do Carmo no Youtube).

quinta-feira, dezembro 11, 2014

CAPITÃES DA AREIA - OBRA DE JORGE AMADO

Comecei a ler esta grande obra do grande Jorge Amado há uns meses, mas só agora consegui uma abertura de tempo para a acabar.



Trouxe o livro emprestado da biblioteca dos meus tios em Lisboa, agora já posso devolver e trazer outro.
E termino aconselhando a leitura.

quarta-feira, dezembro 10, 2014

DEMISSÃO DE PRESIDENTE DO NÚCLEO DE AVEIRO DA QUERCUS

Porque na vida associativa não há segredos, aqui fica o texto integral do meu pedido de demissão, comunicado hoje mesmo à Quercus Nacional e aos restantes elementos que comigo dirigiam o Núcleo de Aveiro:

Olás

Depois de muito reflectir, a sós e em conjunto, venho comunicar que a partir de hoje deixo de exercer o meu cargo de presidente da Direcção do Núcleo de Aveiro da QUERCUS. Foi um cargo de dirigente regional que aceitei desempenhar para ajudar a nossa Associação, tendo sido eleito para este mandato quase há dois anos. Mas aceitei também porque desde sempre defendi que a nossa sociedade só tem a ganhar quando a participação cívica é exercida de forma consistente, mesmo que em prejuízo evidente da vida privada de cada um.

Esta minha decisão não é motivada, no entanto, por motivos pessoais, ainda que, olhando para o passado, reconheça ter já dado muito do meu tempo à QUERCUS. A minha demissão deve-se a uma larga conjuntura de factores da sociedade, e principalmente quando existe uma enorme falta de respeito pela participação cívica, nomeadamente a que chama a atenção da sociedade e dos poderes instalados para as mais elementares regras. Nestes dias de grande pobreza financeira de vastos sectores da sociedade, junta-se uma pobreza ou quase ausência de inteligência que compreenda a necessidade de salvaguardarmos os nossos recursos naturais e um ambiente saudável. Vale tudo, desde que seja rentável financeiramente ou que alegadamente ajude a economia. Pode ser um negócio ruinoso para as finanças públicas, que já não têm dinheiro para uma boa gestão dos nossos recursos naturais, mas se é vendido como criando muitos postos de trabalho, é logo um negócio da China. E de nada vale darmos o nosso melhor chamando a atenção da Justiça e dos responsáveis políticos, vale tudo na criação de postos de trabalho, até ilegalidades. 

Sinto que ando a perder tempo em negócios que desde o início deveriam ser proibidos, coisas que não fazem sentido mas que ainda assim vão para a frente, apenas porque favorecem negociatas. Dos eucaliptos às sucatas de automóveis, passando pelo urbanismo e pelas politicas do mundo rural, parece-me que retrocedemos perigosamente em todas as frentes. E como dirigente regional da QUERCUS estive já em várias situações em que me encontrei com dirigentes políticos, em reuniões, palestras ou sessões de trabalho. Mas cada vez mais me custava ouvir esta conversa da treta, que se agravou nos últimos anos, da necessidade de conjugação dos vários interesses. Em que os interesses de um ambiente mais saudável são sempre preteridos a favor dos interesses de uma sociedade que vive de negociatas. É verdade que nos últimos dias assistimos a algo que nos traz alguma esperança em termos de justiça, com a detenção de pessoas poderosas ligadas a processos fraudulentos. Mas vêm sempre tarde estas intervenções, numa altura em que os criminosos já muito fizeram a seu favor e em prejuízo do interesse público e das finanças para que todos contribuímos. E neste âmbito de desempenho de um cargo de dirigente associativo não posso admitir que vou ter que me reunir com pessoas ligadas a esquemas fraudulentos. De facto, o Núcleo de Aveiro da QUERCUS tem relações estabelecidas com algumas entidades municipais, mas de nada valeram as nossas denúncias de que a Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro estava envolvida numa gritante ilegalidade, a velha questão da localização do PCI. Durante anos andámos a explicar que esta questão teria que ser revista, por não cumprir com a legislação, mas todos os políticos fecham os olhos. Tivemos que ser nós, uma simples associação de voluntários, a denunciar a situação judicialmente. E claro que assim, de forma algo anormal, as nossas questões nunca tiveram uma resposta satisfatória. Se há alturas em que devemos levantar a cabeça e manter o nosso orgulho, acho que esta é uma delas. Reunir com políticos ou dirigentes que prejudicam o interesse público, enviar ofícios que não têm resposta, fazer queixas que demoram um ano a serem analisadas, para mim basta. É fazer parte de um sistema que apodreceu por falta de manutenção. Ou por uma manutenção que chega em sacos azuis, que eu desconheço e todos desconhecemos até alguma comadre se zangar.

Não deixo de ser associado da QUERCUS e de outras associações, porque tenho ainda esperança que uma nova vaga de gente jovem abrace a vida associativa e consiga fazer uma viragem, no sentido de tornar as associações mais intervenientes e independentes do sistema económico. Como associado estarei disponível para ajudar. E já fora do sistema talvez consiga encontrar novas formas de ajudar a que a sociedade encontre o caminho do respeito pelo ambiente.

Deixo as minhas saudações

terça-feira, dezembro 09, 2014

XINGÓ KAIAPU - PORTA DOS FUNDOS



Esta tinha mesmo que partilhar, qualquer semelhança com a realidade portuguesa e local, em que um indígena da tribo dos Bakalhau Secu veste a pele em várias instituições, não é pura coincidência.


segunda-feira, dezembro 08, 2014

PARQUE DE CAMPISMO MUNICIPAL - MIRA

Terminou hoje mais uma estadia de curta duração em Mira. Desta vez nos bungallows. Com a companhia da sobrinha Ema, que levou um banho de química. Coincidimos na data com as festas populares da Srª da Conceição, mas nem fomos ao mais do que foleiro e horrível programa da TVI (Somos Portugal, em directo!) e nem vimos o fogo de artifício de ontem à noite porque estava frio e já estávamos a iniciar o sono. Em breve aparecerão algumas fotos.

domingo, dezembro 07, 2014

COU-COU - MONSIEUR PERINÉ

Hummmmm, o que vai sair deste video no youtube? Um pouquinho de Swing à moda colombiana (suin a la colombiana), com uma animação para adultos e crianças apreciarem. Para relaxar...

sábado, dezembro 06, 2014

UM PRESIDENTE QUE DEIXA OS CARGOS DIRECTIVOS

Tenho que partilhar aqui esta cartinha do Bill McKibben (datada de 2 de Dezembro), da associação internacional 350.org, que tem vindo a encabeçar a luta planetária contra as alterações climáticas. Peço desculpa a quem não sabe inglês, mas esta carta diz muito sobre a necessidade de renovação e de trazer mais pessoas para a luta ambiental. Mas também da necessidade pessoal de orientar as energias para outras coisas importantes na vida.
Dear friends,
My wife Sue and I are in Sweden this week—the Swedish Parliament is honoring me (which really means all of you) with the Right Livelihood Award, the so-called “alternative Nobel Prize.” We’re all in good company—the other honorees are veteran human rights activists from Sri Lanka and Pakistan, and some guy named Snowden.
The trip comes at the end of a remarkable autumn, which has given me much to think about. The great People’s Climate March in New York happened 25 years to the day after the publication of The End of Nature, the book I wrote when I was 28 years old, and the first book for a general audience about climate change. That sea of people—and the pictures flooding in from other marches around the world—made me feel as hopeful about our prospects as any time in that quarter-century.
We’ve helped build a movement, that’s the key thing. And it’s beginning to make a dent—by the time that day was over (and remember that it ended with the Rockefeller Brothers Fund announcing their divestment from fossil fuels) I was letting myself think that we’d seen the beginning of the end of the fossil fuel industry.
Which doesn’t mean we’re guaranteed a victory, of course. Unless that end to coal and oil and gas comes swiftly, the damage from global warming will overwhelm us. Winning too slowly is the same as losing, so we have a crucial series of fights ahead: divestment, fracking, Keystone, and many others that we don’t yet know about.
That means we need to be at our fighting best, which in turn explains why I’m stepping down as chair of the board at350.org to become what we’re calling a “Senior Advisor.” If this sounds dramatic, it’s not. I will stay on as an active member of the board, and 90% of my daily work will stay the same, since it’s always involved the external work of campaigning, not the internal work of budgets and flow charts. I’m not standing down from that work, or stepping back, or walking away. Just the opposite.
But no one should run a board forever, and so I think it’s time someone else should be engaged in that particular task, leaving me more energy and opportunity for figuring out strategies and organizing campaigns. And also more time and energy for writing, which is how I got into all of this in the first place.
Anyway, that writing and strategizing will probably go better if I’m home once in a while. The constant travel of the last 7 years has helped a little, I hope, to build this movement, but I’m ready for a bit more order in my life. I’ll still be there when the time comes to go to jail, or to march in the streets, or to celebrate the next big win on divestment. But I’d like to see more of my wife.
I’m proud of the way we’ve grown as an organization, big enough to be running successful campaigns all over the world, big enough to be helping spearhead the People’s Climate March or playing our part in battling pipelines, mines, and wells from Alberta to Australia -- and big enough to be building the climate solutions and political will necessary to take on the power and money of the fossil fuel industry.
That size and complexity means we need a board chair who is as good at dealing with organizational budgets as carbon budgets. KC Golden will be taking over on an interim basis—he’s a remarkable organizer from Seattle, and his big-picture thinking on what we really need to do to win this fight has been a guiding light for the climate movement for years.
And 350.org is blessed with an amazing staff, including the crew of then-young people with whom I launched the group back in 2007. They are less young now, and they’ve turned into some very talented organizers. Over the years, they’ve expanded our team to include some of the wisest and most passionate climate activists in the world. Our goal, always, has been to build campaigns that volunteers around the planet can make their own, and that’s what we’ll keep doing.
In truth, it’s been the great joy of my working life to be a volunteer here at 350.org, just like all of you. I’m looking forward to the next 25 years—the quarter century that will decide whether we make progress enough to preserve our civilizations. Together we’ve built a movement; now, together, we’ll deploy it to confront the greatest crisis we’ve ever faced. 2014 will be the hottest year in the planet’s history; that means we have to make 2015 the politically hottest season the fossil fuel industry has ever come up against, and 2016 after that, and…
We have found our will to fight, and that gives us a fighting chance to win. I’m happy to be here in Stockholm accepting this prize on our behalf, but for me it will be the biggest honor of all simply to be shoulder to shoulder with you as we go into battle.
Bill McKibben

sexta-feira, dezembro 05, 2014

PRESIDENTE GREENPEACE INTERNACIONAL NUMA TED

Só para quem tenha tempo e entenda bem o inglês, aqui partilho esta conferência (de final de Novembro) que fala da importância de sermos muitos para conseguirmos mudar um sistema. Em tempos em que estou a pensar deixar a presidência do Núcleo de Aveiro da Quercus, profundamente chateado com o sistema, acho que faz todo o sentido esta reflexão.

quinta-feira, dezembro 04, 2014

LIVRO DE RECLAMAÇÕES - IMT DELEGAÇÃO DISTRITAL DE VIAÇÃO DE AVEIRO

E vai mais uma reclamação. Desta vez no IMTT, que agora é só IMT. A causa da reclamação? Podia ter sido no dia em que lá fui porque: 1- Não tem parque nem zona para aparcar bicicletas 2 - Tem horário reduzido para atendimento, encerra às 16 horas 3 - Pelo excesso de tempo à espera para entregar os documentos necessários à revalidação da carta de condução (mais de hora e meia) 4 - Por ter uma máquina de distribuição de sumos e sandes colocada mesmo na sala de espera, produzindo um ruído permanente e que incomoda 5 - Por prolongar o atendimento durante a hora de almoço, mas a essa hora não haver pessoal de segurança na entrada 6 - Por não permitir que se use a casa-de-banho nessa mesma "hora de atendimento do almoço", a funcionária sugeriu que eu utilizasse a casa-de-banho de um estabelecimento comercial do outro lado da rua. 7 - Por cobrar 30 euros para a emissão de uma nova carta de condução, valor claramente excessivo tendo em conta os custos desta operação, que nunca excederão os 10 euros.
Mas não, desta vez a queixa é porque: mesmo depois de ter pago os 30 euros passaram mais de seis meses e ainda não recebi a nova carta de condução em casa, como seria normal e espectável. E como tal, tive que me deslocar propositadamente de Vagos a Aveiro para carimbar a guia de substituição, emitida no dia em que fiz o pedido de renovação e com validade de seis meses. Tendo eu ouvido todos os amigos a queixarem-se que tinham ido também propositadamente carimbar a dita guia, e ouvido até casos de que já lá tinham ido carimbar duas vezes, pedi o livro das reclamações e depois de uma exposição detalhada terminei assim: "... e por ter vindo de Vagos propositadamente para carimbar a guia, venho solicitar a devolução da verba cobrada em Maio para emissão da nova carta, em jeito de compensação."
Inédito, mesmo inédito, foi a zelosa funcionária do IMT que me veio dar o livro das reclamações me ter impedido de ver as reclamações anteriores deixadas no livro, dizendo e repetindo que tinha a certeza que eu não podia ler as outras reclamações lá escritas. O que de facto não é assim, mas um dia destes vou lá e peço o livro só para consultar, para ver se ela me faz a mesma fita...

sábado, novembro 29, 2014

DE ANTOLOGIA

Já aqui referi algumas vezes o Centro Comunitário da Gafanha do Carmo, onde funcionários e utentes trabalham juntos para melhorar o dia-a-dia de quem ali vive. E porque quem faz coisas fora do sistema (como reconheceu a Marisa Matias, num video que aqui partilhei recentemente) se sujeita às críticas de quem faz pouco ou nada, ou faz dentro do sistema (o que para mim é fazer pouco), eis aqui a resposta aos críticos, num texto mesmo de antologia, publicado na página Facebook do Centro Comunitário no passado dia 17:

COMUNICADO:

Durante estas últimas semanas têm surgido falsas acusações sobre o Centro Comunitário da Gafanha do Carmo. Tentámos simplesmente esquecer, perdoar e seguir em frente. Tentámos focar-nos naquilo que é o mais importante - fazer os outros felizes. Mas infelizmente está a ser cada vez mais difícil.

Importamo-nos com o que os outros pensam de nós e tem sido cada vez mais difícil acreditar que alguém tenha a maldade de nos prejudicar quando nos gerimos sempre por valores justos, baseados no amor e no afecto - e na concretização de um trabalho mais próximo dos clientes - um trabalho mais feliz.

Durante estas últimas semanas tentámos muitas vezes escrever algo para vos esclarecer, mas ficámos sempre sem palavras. Como esclarecer as pessoas de acusações falsas quando não percebemos o porquê de elas existirem? Como justificar uma acusação que apenas existe no Facebook com o intuito de nos denegrir publicamente?

Percebemos agora que existe sim um motivo pelo qual devemos um pedido desculpa. Pedimos desculpa por termos permitido que esta história nos afectasse. Pedimos desculpa por, por vezes, questionarmos se seria bom continuarmos a partilhar a nossa casa com o mundo. Pedimos desculpa pelas alturas que, por estarmos abalados com tudo isto, não termos sido capazes de arrancar os mesmos sorrisos que arrancamos todos os dias.

Graças a vocês, à direcção, a toda equipa, a todos os clientes, ao Vadio, aos familiares e à comunidade, que nunca desistiram de arrancar sorrisos a cada um que se deixava abalar por esta história, hoje estamos capazes de nos focar apenas no amor que temos por esta casa e pelo amor que damos e recebemos todos os dias.

A quem acredita sempre em nós, a quem nos defende, a quem não precisa de explicações para saber que seriamos incapazes de causar mal propositadamente - Obrigada pela lealdade. Obrigada pela confiança. Vocês são os protagonistas da verdadeira solidariedade social.

A quem tem dúvidas, por favor, venha visitar-nos!! Palavras são palavras e nada como ver com os seus próprios olhos o trabalho do Centro Comunitário da Gafanha do Carmo.

segunda-feira, novembro 24, 2014

PODEMOS EM PORTUGAL

Será que podemos?? Parece-me que ainda não, são pelo menos 20 anos de atraso cultural em relação aos nossos irmãos ibéricos. E aqui estão 28 minutos de uma palestra do Pablo Iglesias, há uns dias atrás:

Não há que ter pressa, os ritmos temos que ser nós a marcá-los...

sexta-feira, novembro 21, 2014

MEDICINA FUNCIONAL

Depois de ter completado a minha participação na Cimeira das Doenças Auto-Imunes, deixo aqui uma explicação de 2 minutos da organizadora dessa cimeira sobre o que é a Medicina Funcional:

Em Portugal também já temos, encontrei esta clínica no norte pesquisando na net: http://www.cristinasales.pt/pt/ (link para o site da clínica Cristina Sales). Neste site existe também muita informação sobre a Medicina Funcional.

quinta-feira, novembro 20, 2014

CARLOS DO CARMO

A Latin Recording Academy decidiu consagrar a carreira de 50 anos com um Grammy de excelência musical, o Lifetime Achievement, galardão que Carlos do Carmo recebeu ontem, nos EUA.
Ouvi uma entrevista na Antena 1 e mais me convenci de que este homem tem um valor cultural que vai muito para além de ser um excelente cantor. Se puderem pesquisem na net e ouçam ou leiam uma qualquer entrevista. Quem se lembra, como eu, da sua inesquecível entrada no palco em Vilar de Mouros, em 1982, debaixo de vaias ensurdecedoras, que aguentou sem pestanejar, na segunda música calou as vaias e na terceira, e última música antes de abandonar o palco, deixou o público a aplaudir de pé. E apesar das palmas perdurarem, não voltou ao palco...

terça-feira, novembro 18, 2014

CARTA DE JORDI SAVALL AO MINISTRO DA EDUCAÇÃO

Aqui transcrevo, com a devida vénia, a carta de final de Outubro, em que Jordi Savall recusa um prémio que lhe foi atribuído. Em Portugal temos uma Maria Teresa Horta que também não quis receber o prémio D. Dinis das mãos de Passos Coelho. E temos outros casos em que os distinguidos apontam o dedo às mesmas entidades que os premeiam, lembro-me daquele técnico social do Porto. Mas a actualidade é este Jordi Savall (link para o original, no Facebook, também em catalão).

CARTA AL MINISTRO DE EDUCACIÓN

30 de octubre de 2014

Sr. José Ignacio Wert
Ministro de Educación, Cultura y Deportes
Gobierno de España

Distinguido Sr. Wert,
Distinguidos Señores del Jurado del Premio Nacional de Música 2014,


Recibir la noticia de este importante premio me ha creado dos sentimientos profundamente contradictorios y totalmente incompatibles: primero, una gran alegría por un tardío reconocimiento a más de 40 años de dedicación apasionada y exigente a la difusión de la música como fuerza y lenguaje de civilización y de convivencia y, al mismo tiempo, una inmensa tristeza por sentir que no podía aceptarlo sin traicionar mis principios y mis convicciones más intimas.

Lamento tener que comunicarles pues, que no puedo aceptar esta distinción, ya que viene dada de la mano de la principal institución del estado español responsable, a mi entender, del dramático desinterés y de la grave incompetencia en la defensa y promoción del arte y de sus creadores. Una distinción que proviene de un Ministerio de Educación, Cultura y Deportes responsable también de mantener en el olvido una parte esencial de nuestra cultura, el patrimonio musical hispánico milenario, así como de menospreciar a la inmensa mayoría de músicos que con grandes sacrificios dedican sus vidas a mantenerlo vivo.

Es cierto que en algunas contadas ocasiones he podido beneficiarme, a lo largo de más de 40 años de actividad, de alguna colaboración institucional: la celebración del V Centenario del descubrimiento de América, las pequeñas ayudas a giras internacionales y recientemente las invitaciones del Centro Nacional de Difusión Musical a presentar nuestros proyectos en Madrid. Pero igual que la inmensa mayoría de músicos y conjuntos del país, he seguido adelante solo con mi esfuerzo personal sin contar jamás con una ayuda institucional estable a la producción y materialización de todos mis proyectos musicales. Demasiado tiempo en que las instancias del Ministerio de Educación, Cultura y Deportes que usted dirige continúan sin dar el impulso necesario a las diferentes disciplinas de la vida cultural del Estado español que luchan actualmente por sobrevivir sin un amparo institucional ni una ley de mecenazgo que las ayudaría, sin duda alguna, a financiarse y a afianzarse.

Vivimos en una grave crisis política, económica y cultural, a consecuencia de la cual una cuarta parte de los españoles está en situación de gran precariedad y más de la mitad de nuestros jóvenes no tiene ni tendrá posibilidad alguna de conseguir un trabajo que les asegure una vida mínimamente digna. La Cultura, el Arte, y especialmente la Música, son la base de la educación que nos permite realizarnos personalmente y, al mismo tiempo, estar presentes como entidad cultural, en un mundo cada vez más globalizado. Estoy profundamente convencido que el arte es útil a la sociedad, contribuyendo a la educación de los jóvenes, y a elevar y a fortalecer la dimensión humana y espiritual del ser humano. ¿Cuántos españoles han podido alguna vez en sus vidas, escuchar en vivo las sublimes músicas de Cristóbal de Morales, Francisco Guerrero o Tomás Luis de Victoria? Quizás algunos miles de privilegiados que han podido asistir a algún concierto de los poquísimos festivales que programan este tipo de música. Pero la inmensa mayoría, nunca podrá beneficiarse de la fabulosa energía espiritual que transmiten la divina belleza de estas músicas. ¿Podríamos imaginar un Museo del Prado en el cual todo el patrimonio antiguo no fuera accesible? Pues esto es lo que sucede con la música, ya que la música viva solo existe cuando un cantante la canta o un músico la toca, los músicos son los verdaderos museos vivientes del arte musical. Es gracias a ellos que podemos escuchar las Cantigas de Santa María de Alfonso X el Sabio, los Villancicos y Motetes de los siglos de Oro, los Tonos Humanos y Divinos del Barroco… Por ello es indispensable dar a los músicos un mínimo de apoyo institucional estable, ya que sin ellos nuestro patrimonio musical continuaría durmiendo el triste sueño del olvido y de la ignorancia.

La ignorancia y la amnesia son el fin de toda civilización, ya que sin educación no hay arte y sin memoria no hay justicia. No podemos permitir que la ignorancia y la falta de conciencia del valor de la cultura de los responsables de las más altas instancias del gobierno de España, erosionen impunemente el arduo trabajo de tantos músicos, actores, bailarines, cineastas, escritores y artistas plásticos que detentan el verdadero estandarte de la Cultura y que no merecen sin duda alguna el trato que padecen, pues son los verdaderos protagonistas de la identidad cultural de este país.

Por todo ello, y con profunda tristeza, le reitero mi renuncia al Premio Nacional de Música 2014, esperando que este sacrificio sea comprendido como un acto revulsivo en defensa de la dignidad de los artistas y pueda, quizás, servir de reflexión para imaginar y construir un futuro más esperanzador para nuestros jóvenes.

Creo, como decía Dostoyevski, que la Belleza salvará al mundo, pero para ello es necesario poder vivir con dignidad y tener acceso a la Educación y a la Cultura.

Cordialmente le saluda,

Jordi Savall

segunda-feira, novembro 17, 2014

TRAILER DO FILME "THE COVE"

Já é antigo este filme reportagem, mas só o apanhei agora a propósito de uma petição acerca desta situação descrita no filme. Porque a matança continua... 

sábado, novembro 15, 2014

MORUGEM

E o que é a morugem? É uma das ervas da horta que tenho andado a colher e a comer, em jeito de salada ou em sumos suaves, misturada com outras ervas comestíveis como a urtiga, a malva, o amor-do-hortelão ou a serralha, para referir só as mais comuns. Aqui fica o link roubado ao blogue Botânico Aprendiz (clicar aqui), que fala sobre a morugem.

sexta-feira, novembro 14, 2014

MARISA MATIAS NO CENTRO COMUNITÁRIO

DA GAFANHA DO CARMO.

Mesmo estando de férias do Facebook, há coisas que são partilhadas nesta plataforma que vale a pena ver. Aqui está a Marisa com o Vadio ao colo (link para o video no FB) a deixar umas palavras de reconhecimento pelo trabalho efectuado neste Centro Comunitário. Recomendo também uma visita ao Centro e para quem é de mais longe uma visita ao seu canal no youtube.

segunda-feira, novembro 10, 2014

MARIA JOÃO COM BIG BAND ESTARREJAZZ

Uma noite fantástica, anteontem em Estarreja. O repertório era curto, mas valeu a pena ter ido a pedalar até Aveiro e depois ter apanhado o comboio. Deixei a bicla em Aveiro, bem guardada, mas depois no Cine Teatro perguntei se havia uma garagem onde deixá.la segura e disseram-me que até arranjavam um local dentro do Cine Teatro onde ela ficaria mesmo bem guardada. Para a próxima nem penso duas vezes. Antes do espectáculo começar lá deparei com o Daniel Miguel a matar a fome, e, quem sabe, a ele mesmo, ao lado duma daquelas abomináveis máquinas de vender comes e bebes. E ali falámos um bocadinho antes de entrarmos. Não fiquei mesmo lá à frente mas por acaso fiquei bem situado. Bom som, bom ambiente, excelente a Maria João. No final ainda algum tempo para estar com ela numa sessão de autógrafos muito concorrida, com os CDs disponíveis para compra a voarem e acabando com o stock. Combinei com a Maria João telefonar-lhe ou mandar-lhe um mail, pois ali deu para pouco mais do que uns beijinhos e receber aquela boa energia que ela tem.

domingo, novembro 09, 2014

sábado, novembro 08, 2014

TREINADOR DE SAÚDE

Não sei como se traduz isto em português, mas imagino que ainda seja pouco comum esta profissão em Portugal: Health Coach. Talvez no Brasil já tenham criado um termo para esta nova profissão. Aqui fica uma entrevista em inglês, dos EUA (link para youtube, clicar aqui), que explica bem a importância desta nova especialidade que é acompanhar as pessoas numa mudança para uma vida saudável, porque não é fácil mudar de hábitos. Lá mais para o fim da entrevista a médica refere que foi criada uma nova subespecialidade médica nos EUA, ligada ao estilo de vida. Porque a cada estilo de vida corresponderá um estado de saúde, ou falta dela. Eu não vou tirar este curso, mas já consigo dar umas boas dicas. Falta adoptar a 100% um estilo de vida favorável, mas creio que estou no caminho certo.

quarta-feira, novembro 05, 2014

XARA - BOLETIM INFORMATIVO DO NÚCLEO DE CASTELO BRANCO DA QUERCUS

É sempre bom quando de repente vemos renascer um projecto. Esta é uma Xara renovada e com alta tecnologia, com links e etc. Na altura deixei passar esta notícia sem lhe dar o devido reflexo aqui no Malfadado, mas aqui fica então o link (clicar aqui) para o número 1 desta nova série da Xara (onde dividi o texto do editorial com o Samuel Infante). Para ver os boletins que forem sendo publicados entretanto, ou outras coisas do Núcleo de Castelo Branco, basta clicar aqui neste outro link, para a página do Núcleo na plataforma ISSUU.

terça-feira, novembro 04, 2014

CIMEIRA SOBRE AUTO IMUNES

Acabei de me inscrever nesta cimeira on-line, que começa esta semana. A inscrição é fácil e já dá para assistir a uma conversa sobre a importância do sono e para fazer o download de umas receitas com a chancela da Drª Amy Meyers. Fica aqui o link: http://autoimmunesummit.com/

segunda-feira, novembro 03, 2014

CONTRA O MAU OLHADO

Só pela graça de (re)ver a minha amiga Amélia Fonseca, das Adufeiras de Monsanto, em mais uma produção do Tiago Pereira, da MPAGDP, aqui partilho este video pleno de cultura popular.
Amélia Mendonça - "Responso para o mau olhado" from MPAGDP on Vimeo.

sábado, novembro 01, 2014

PROMOÇÃO IKEA

No início da semana veio cá a casa um amigo que nos trouxe umas lembrancinhas do IKEA: um belo poncho impermeável, para as voltinhas de bicicleta, e um saco de ir às compras que se transforma numa bolsinha. Com o mesmo padrão decorativo. Tinha ido com a família ao IKEA e tinham aproveitado uma promoção fantástica: descontavam, na despesa feita na loja, o total do que se gastava no restaurante. Encheram a barriga e depois foram às compras, descontando mais de 20 euros. Boa poupança, isso sim. Esta promoção durava 10 dias, comemorando o 10 aniversário IKEA. E não é que hoje fui até ao Porto, fui levar familiares ao aeroporto, e no regresso não resisti a esta promoção. No restaurante jantei bem, uma sopa (uma pratada, claro, porque somos nós que nos servimos) e um prato de vegetais com salmão, tendo ainda comprado, para trazer, um vinho branco e três chocolates (para oferecer à Zé). Gastei 10 euros e pouco. Depois fui buscar umas coisas que já estavam em promoção, a saber: 3 molduras, 1 escorredor de apoio ao lava-loiças e ainda um bom relógio de parede para a cozinha. Fui para a caixa, entreguei o talão com a despesa no restaurante e só paguei mais 80 cêntimos. Por pouco menos de 12 euros vim com uma braçada de coisas para casa, umas úteis e as outras comestíveis, e com a barriga cheia.
Com este relato deixo aqui realçada, mais uma vez, a importância da rede de amigos. Não fossem os nossos amigos terem-se lembrado de nós e esta promoção passava ao lado. E a importância do acaso! É que se por acaso não tivessem vindo da Suiça visitar-nos os familiares, é mais do que certo que também não iria de propósito ao IKEA.

quinta-feira, outubro 30, 2014

FORMAÇÃO EM ALIMENTAÇÃO VIVA - 2

Aqui fica este videozinho sobre esta recente formação em que aprendi um monte de coisas saudáveis, e que devemos à dupla luso-brasileira Claúdio-Bianca, bem como este link (clicar aqui) para um álbum de fotos, com algumas fotos comentadas, que devemos ao Marco, de Oiã.

segunda-feira, outubro 27, 2014

FALA A NATUREZA

Excelente qualidade destes videos, nesta campanha em que alguns actores bem conhecidos dão voz à natureza. Está em inglês mas um dia destes aparecerá por aí uma versão bem legendada. Para já podemos ver com as legendas em inglês, que poderiam ser para ajudar a entender, mas é tradução automática, é uma lástima. A mensagem global de todos os videos, que estão aqui (link para o site Nature is Speaking), essa é bem fácil de entender: ou as pessoas deixam de ser estúpidas e gananciosas ou vão deixar o planeta de forma trágica. Aconselho a visualização de todos os videos e a fazer um like no youtube de cada um (só para quem tem conta no youtube, claro!). Aqui fica o que vi primeiro, com esta voz única:

domingo, outubro 26, 2014

FORMAÇÃO EM ALIMENTAÇÃO VIVA - 1

Hein? Alimentação o quê??? Pois é, na senda daquilo que tenho vindo a descobrir sobre alimentação, esta é mesmo a formação que eu estava a precisar. Outra coisa será colocar em prática, mas vou lá chegar, e ir fazendo umas experiências que se conjuguem com a minha nova maneira de comer de forma mais consciente. Mais independente de tradições erradas e de um consumismo que o sistema nos convida a seguir. Acabou hoje e aqui fica a divulgação (clicar aqui no link), retirada do site do Chef que nos orientou e nos preparou algumas coisas bem deliciosas. E também aprendi que para comprar sementes baratas e boas nos devemos dirigir a grandes lojas de alimentação para passarinhos, pois vendem em doses grandes e normalmente são produzidas sem pesticidas, porque os resíduos de pesticidas matam os passarinhos. Não serão biológicas, mas aproximam-se muito!
Esta formação foi a primeira iniciativa da Comunidade de Aprendizagem de Vagos, e fiquei muito contente com o resultado, pois juntou-se um grupo de gente interessada e interessante, que promoveu uma troca de saberes enriquecedora.

sábado, outubro 25, 2014

PARA MATAR SAUDADES DO MONTE BARATA

Quase que até sinto o cheiro da terra, ao ver esta paisagem que tão bem conheço. São 50 segundos de uma libertação de abutres, vale a pena assistir:
Libertação de dois Grifos recuperados no CERAS from Quercus on Vimeo.

quarta-feira, outubro 22, 2014

CHET BAKER - MEMÓRIAS DA JUVENTUDE

Este LP, nos anos 80, entrou na nossa casa (ver capa nesta foto - link, clicar aqui), ouvi vezes sem conta e ao ouvi-lo agora despertou-me memórias de juventude e resolvi dar-lhe um lugar de destaque aqui no Malfadado, para memória futura e para partilhar. Vale a pena parar 8 minutos para ouvir este trio, de que só o guitarrista ainda anda entre nós.

quinta-feira, outubro 16, 2014

DESIGUALDADE - BLOG ACTION DAY

Ora bem, mais um ano, mais uma participação no Blog Action Day. Todos os anos, no dia 16 de Outubro cá vem um tema universal. E como estamos em Portugal e o tema é a desigualdade, não me posso calar com a desigualdade promovida pelos sucessivos últimos governos que temos tido. E a mais gritante é deixarem falir todas as pequenas empresas e obrigarem toda a gente a entrar com dinheiro para salvar os grandes bancos, essa corja de chulos que nos anos anteriores andou a chular a malta e agora ainda temos que pagar para tapar os seus buracos financeiros. O dinheiro gasto a tapar estes buracos e a salvar as fortunas dessa corja dava para ajudar tantas pequenas empresas necessitadas, tantos postos de trabalho. Nem é bom pensar nisto, mas é assim... para a chulisse ser completa agora vêm com a fiscalidade verde. Verde??? VERDE?????!!??? As cores do BES??? De facto ainda gozam com a malta, imagino o que se devem rir quando inventam estas manobras de roubo.

E há outra desigualdade que me perturba demais, o tratamento que os países e organizações europeias dão a Israel e não dão à Palestina. Porque raio é que Israel joga nas competições europeias, um país liderado por fascistas, racistas, fundamentalistas religiosos.

Estamos tão longe da igualdade...

quarta-feira, outubro 15, 2014

EVO MORALES

Partilho aqui um link de uma notícia em inglês sobre Evo Morales. Não haverá sistemas políticos nem lideres de repúblicas perfeitos, mas este boliviano dá que pensar. Depois de Lula da Silva e de Hugo Chávez era bom que outros países pusessem os olhos neste presidente. E se juntarmos a isto as notícias sobre a Islândia e sobre a Líbia, em que a intervenção americana destruiu um sistema político que funcionava bem nas políticas de igualdade, e agora está uma guerra instalada, bem podemos pensar que de facto temos nas nossas mãos a qualidade da democracia, antes de mais através do voto. Mas também pela intervenção de cidadania. Sim, porque o voto estará sempre condicionado pela existência de uma grande maioria que se deixa condicionar pela propaganda veiculada pelos órgãos de informação. E por falar em desinformação, aqui fica também um link, mas de um texto em bom português, sobre os revolucionários curdos na Síria.

terça-feira, outubro 14, 2014

ASSINAR JÁ - PARAR O TTIP

Uma Parceria sobre o Investimento e Comércio Transatlântico? Mais um acordo para ver se continua esta vigarice mundial, em que os governantes são marionetas bem pagas dos interesses dos banqueiros mundiais? Assina já, que eu fiz o mesmo. E divulga! Clica aqui neste link (página stop-ttip) e depois em Take Action, e com os teus dados participa nesta iniciativa cidadã europeia.

quinta-feira, outubro 09, 2014

FESTIVAL GESTO ORELHUDO

Este ano de 2014 fica registado como o ano em que nem um único dia conseguimos ir a este grande festival. Foi um ano em que o figurino mudou, passando a ter espectáculos em locais mais pequenos antes da hora do jantar, continuando depois noite fora com um espectáculo musical e depois mais animação. Faltámos porque fomos passear no fim-de-semana e nas outras noites tínhamos mesmo coisas para fazer... fica aqui a justificação e uma reportagem feita por uma televisão local: 

quarta-feira, outubro 08, 2014

AVES DO BOSQUE

Um pequeno vídeo partilhado no facebook, da autoria de uma pessoa que conheci recentemente, um murtoseiro, o Jorge Bacelar. Um video mesmo caseiro mas que mistura a recolha de videos com as fotos obtidas nos mesmos locais, e que mostra um pouco da fauna aqui da região de Aveiro, mas que é comum em Portugal e na Europa. É tão bonita a observação de aves, que alguns portugueses gostam de chamar birdwatching...

terça-feira, outubro 07, 2014

segunda-feira, outubro 06, 2014

domingo, outubro 05, 2014

DE SABROSA A CINFÃES

Ontem andámos pelas terras do Douro, de Sabrosa a Cinfães. E aconselhamos a Casa da Geada para uma estadia muito singular, onde a arte se entranha nos olhos e na pele. Aqui estamos nós ao lado da Amélia. (os links são para páginas no Facebook)

sábado, outubro 04, 2014

DORMIR NUMA CASINHA DE MADEIRA

Hoje acordámos aqui, nesta casinha de madeira de um parque de campismo pertinho de Sabrosa. Um complexo turístico ainda com parque aquático, restaurante e etc. Não aconselhamos no Inverno, no Verão é capaz de ser interessante para uns dias de diversão com crianças.

sexta-feira, outubro 03, 2014

POR TERRAS DE MIGUEL TORGA

Quem já passou aqui neste local, que tem um miradouro todo arranjadinho, com medronheiros carregadinhos de fruta neste Outono, e cogumelos e até lixo deixado no chão pelos visitantes do dia... nós passámos aqui hoje e registámos o momento:

S. Leonardo de Galafura, 8 de Abril de 1977
«O Doiro sublimado. O prodígio de uma paisagem que deixa de o ser à força de se desmedir. Não é um panorama que os olhos contemplam: é um excesso de natureza. Socalcos que são passados de homens titânicos a subir as encostas, volumes, cores e modulações que nenhum escultor pintou ou músico podem traduzir, horizontes dilatados para além dos limiares plausíveis de visão. Um universo virginal, como se tivesse acabado de nascer, e já eterno pela harmonia, pela serenidade, pelo silêncio que nem o rio se atreve a quebrar, ora a sumir-se furtivo por detrás dos montes, ora pasmado lá no fundo a reflectir o seu próprio assombro. Um poema geológico. A beleza absoluta».
Miguel Torga in “Diário XII”
Fui roubar o texto pesquisando na net, muito obrigado a este site/blogue "O meus trilhos".

quarta-feira, outubro 01, 2014

LIVRO PARA CRESCER

Aqui está o link para um livro que se pode ter gratuitamente, na sua versão digital. Leitura aconselhada a pais, tios, professores e etc. http://www.smashwords.com/books/view/481175

segunda-feira, setembro 29, 2014

NOVO CICLO ANUAL DO PROJECTO DE RECUPERAÇÃO ECOLÓGICA DO CABEÇO SANTO

Pois, um projecto que eu sigo habitualmente, mas nem sempre consigo lá ir dar a minha ajuda as vezes que quero. Setembro foi mês de actividade, e como colaborador habitual tive direito a encher os meus frasquinhos de mel, frascos reutilizados, pois claro! Assim já temos mel aqui em casa para mais um ano, e que mel, que mel!!!! Para quem quiser saber tudo sobre este projecto, que já aqui divulguei no Malfadado, basta clicar aqui (link para o blogue do Projecto Cabeço Santo). Mas melhor que ler e ver as fotos é um destes Sábados (quando são marcadas as Jornadas de Voluntariado) vir até Águeda, damos dormida aqui em casa aos amigos de mais longe...