domingo, março 20, 2016

ASSEMBLEIA GERAL DA QUERCUS

Ontem foi dia de Assembleia Geral naquela que é a maior associação do género em Portugal. Na Quercus (link para o site) já fiz um bocadinho de várias coisas, nunca me recusei em dar a minha colaboração. E de facto assisti a muitas cenas, a muitas irregularidades e abusos ambientais, a ilegalidades gritantes. E muitas vezes protestei, participei em acções, juntei os meus braços a outros braços que se mexiam para proteger o nosso planeta, pensando globalmente e agindo localmente. Mas ontem faltei a esta reunião, e em boa hora, porque na véspera à noite comecei com sintomas de constipação e ontem estive todo o dia doentinho e a cházinhos. Na QUERCUS já fui dirigente regional em Castelo Branco, depois Coimbra e depois Aveiro. O que mais me marcou foi ter sido responsável por um Projecto Demonstrativo de Agricultura Biológica no Monte Barata. Actualmente sou do Conselho Fiscal da Quercus, eu até nem queria, precisava de algum descanso de responsabilidades associativas, mas pronto, acabei por aceitar este mandato de dois anos. Este ano faltei a esta importante Assembleia Geral (que também decorreu num local que não lembra ao Diabo, em Macedo de Cavaleiros), mas acho que cumprimos com o nosso dever enquanto membros do Conselho Fiscal, ter um Parecer pronto a tempo e horas para ser lido na Assembleia Geral. Em breve há-de estar pronta a acta da reunião do Conselho Fiscal...

1 comentário:

Sônia Ferreira disse...

Quanto mais leio as tuas coisas, mas, me dar vontade de escrever. Tu escreves coisas bonitas, feias, preocupantes, alarmantes, coisas que te fazem indignado e eu, rio de cá imaginando a tua expressão nesse rosto e soltando os cachorros algumas vezes.
Se seu Rogério pudesse, O CABECINHA LOIRA, não se meteria nessas desarrumações... Mas, ele precisa lembrar que o filhinho cresceu!...
Zangaste comigo? Pronto já comentei.
No mais vais ser sempre o articulador das coisas desarrumadas, para arrumá-las.
Beijos, beijos!