segunda-feira, março 28, 2016

1000

Pois aqui está um número impressionante em qualquer publicação. São 1000 textos, contando com este, que acabam de ser publicados no Malfadado. Este blogue que tem no seu início muitas das histórias da minha contestação às ilegalidades do IFADAP, a que se seguiram cenas incríveis na justiça portuguesa, cenas que diria mesmo envergonham a classe dos juízes. Mas para além de contestações próprias tem também muitas coisas que vou sabendo aqui e ali e que acho importante registar aqui, para partilhar e procurar apoios no momento, mas também para memória futura.
Por estes dias as minhas contestações são as do CIDIHC. A Parceria Público-Privada (PPP) a que as entidades permitiram desobedecer a ordens judiciais está neste momento a cometer uma grave ilegalidade. Mais uma. O CIDIHC denuncia e as entidades demoram a responder e quando respondem temos respostas cretinas que protegem nitidamente a PPP. Não estou a dizer que a GNR tem no SEPNA cretinos, nem que a CCDRC tem nos seus técnicos cretinos, nem que o ICNF tem funcionários cretinos, nem que a IGAMAOT tem inspectores cretinos, nem que o Ministério Público tem magistrados cretinos. Mas a demora e o teor das respostas levam-me a classificar deste modo as respostas até agora obtidas. E quando o CIDIHC faz queixas destas entidades por incompetência, às tutelas superiores, obtém outras respostas cretinas. Sou contestatário? Pois sou! Mas há coisas que me fazem gritar e exigir justiça. Mesmo sabendo perfeitamente e por experiência própria de que lado estão os preconceitos da Justiça... do lado da cretinice das respostas, pois claro! E quando digo cretinice e falo em respostas cretinas, é apenas em referência à perturbação patológica e seus sintomas. Mil??? Venham mais cinco...

1 comentário:

Sônia Ferreira disse...

Lindo demais. Fico encantada com tanta riqueza musical. Pura juventude... Faltando eu lá João, querido!
Que coisa mais linda!