quarta-feira, dezembro 24, 2008

MENSAGEM DE BOAS FESTAS

e de feliz Ano Novo.

Nesta época de festividades e de consumismo, não pude deixar de reparar que, com maior incidência do que nos anos passados, se transformou esta quadra numa época em que se apelou demasiado à solidariedade social, fazendo parecer que a solidariedade tem uma época, e que o resto do ano é só um período cinzento das vidas das pessoas, cinzento mais escuro para quem precisa mesmo de ajudas.
Mas irritante mesmo foi ver essas falsas campanhas de solidariedade ligadas ao consumo, do tipo compre um CD, ou um DVD, ou umas cuecas, e a empresa que vende dá uma parte do dinheiro recebido para ajudar uma causa. Mais consumismo para justificar um apoio solidário, e claro que numa acção de marketing muito publicitada (e com custos a suportar pelos próprios consumidores). Uma treta, mas uma verdadeira treta. Do tamanho de um hipopótamo, dirigido a cérebros humanos menores que o de um qualquer galináceo. Hipocrisia a rodos!
Depois de um final de ano cheio de hipocrisias financeiras, em que todos somos roubados pelo estado para "ajudar" empresas que vivem de roubar os rendimentos, fico a pensar que nunca mais chegará o dia em que veremos o estado a ajudar quem realmente precisa, não apenas os mais poderosos. Então se uma empresa tem dificuldades, por má gestão, não deve fechar e dar lugar às outras que trabalharam bem? Não era esta uma boa altura para deixar cair a podridão do sistema, para haver renovação?
Perguntas e mais perguntas, nesta passagem de ano e festividades familiares, só tenho uma certeza, a de que desejo a todos os meus amigos um Ano Novo de 2009 cheio de felicidade, e de boas surpresas em todos os campos importantes, seja no campo da família, no campo da amizade, no campo das lutas ou das canções, no campo dos trabalhos ou dos passeios, na praia ou no campo.

Abraços y beijinhos aos montes

5 comentários:

Rosina Ramos disse...

desculpa do tamanho de um hipopotamo não! Que se trata de uma senhora e que se chama Pópota!e é bastante invejada pelas fans do Tony Carreira!Beijinhos Rosina

r disse...

Tens razão. Também acho uma loucura darem parte do lucro da compra a causas. A mim não me tomam por parvo. Já gastei dinheiro com pedidos na TV, é certo, mas foram só € 0.60 + IVA (não resisti a fazer-lhes saber o que penso sobre quem tem culpa no actual momento do Sporting: se o presidente, se o treinador ou se os jogadores).
Ainda de finanças e política, estou galináceo. É patetice minha ou a esquerda quer o que a direita defende e vice-versa?

Um bom ano para ti e faz como eu, não deixes que te tomem por idiota. A LUTA CONTINUA.

João Soares disse...

Olá João Paulo
Pois é caro Amigo
Há muito individualismo e muitos acham que a fronteira é a sua própria pessoa, mesmo nos "clãs" ditos abastados. Vivemos uma plutocracia. A nível mundial existe uma economia monetária e militarizada que deve aperfeiçoar-se e dar espaço a economias alternativas. Essas economias existem, esperam mais espaço, mais tempo. 2oo9 é mais um ano de inversão e cá estaremos para abanar o sistema e diktact.
Paz

LabetoleanaT disse...

Pois, pois! Consumir e consumir! Esquecemo-nos que esta época e as outras deviam ser mais do ser do que do ter. Um abraço grande. T

Zé D disse...

P'rá Popota que os pariu com estas aldrabices. E depois lá vão eles todos contentes oferecer o chueque que a malta financiou e aí está mais uma bela nota de imprensa para encher os nossos cada vez mais alienados Média.