sábado, abril 05, 2008

LIVRO DAS RECLAMAÇÕES - 1



Inicia-se aqui a minha galeria de reclamações inscritas nos LIVROS DE RECLAMAÇÕES oficiais.
Poderia começar com as reclamações mais velhinhas, ligadas ao funcionamento deficiente do Ministério da Agricultura, mas isso era andar muito para trás no tempo, e por isso, vou andar só um aninho para trás.

A resposta a esta reclamação (péssimo atendimento no Hospital dos Covões - Coimbra) é um hino à estupidez da administração, que se está a borrifar para que as pessoas sejam bem servidas. Este meu texto é também uma homenagem póstuma a duas pessoas que morreram, depois desta reclamação, nas salas de espera de urgências, uma em Aveiro, outra em Coimbra, por motivos diferentes, cada uma das vítimas mortais.

Atentem bem nesta resposta, pois, passados dois meses, não indica nada de concreto, e a frase final nem se percebe nada. É assinada sem ler o que se assina, torna-se nítido que só escrevem estas desculpas porque são obrigados por lei. Reza assim:

"Assunto: Resposta a reclamação GU-HG, do processo nº 7009324

Na sequência da sua exposição de 08-02-2007, apresentamos o nosso pedido de desculpas pelo transtorno sofrido.
O CHC encetará todos os esforços para proporcionar o melhor atendimento possível aos nossos utentes, nomeadamente diligenciando para, progressivamente, ajustar os recursos á procura excessivos do Serviço de Urgência sejam informados da verdadeira natureza da sua situação clínica.

Com os melhores cumprimentos,

O Presidente do Conselho de Administração do CHC, E.P.E.

(Dr. Rui de Melo Pato)"

É ou não é um hino à estupidez?

Se os portugueses usassem mais o Livro das Reclamações, estes serviços públicos, e as empresas, respeitariam mais os utentes. Mas caminhamos, com a educação que os pais e escolas dão, para uma população que cada vez menos está preparada para escrever uma reclamação.

2 comentários:

Sofia disse...

isto e' veridico!!!
nao e' mais uma historia do jp!
aconteceu...e' real...eu fui a vitima!...
depois de 6 hrs a espera para ser atendida,
eis que vejo entrar pelo hospital a dentro,
junto com a minha merenda, o meu tio jp,
em pulgas para escrever em mais um livro de reclamacoes!
na mesma situacao que eu estavam pelo menos mais 4 pessoas,
entre as quais um senhor de idade (mais de 75) numa cadeira de rodas...
(e que foram atendidas depois de mim...va-se la saber a que horas!)
durante as 6 horas a unica que nos disseram foi "Esta um bocadinho atrasado"...
mas depois, quando se recebe, abre e le uma carta daquelas ate se fica com outra disposicao...
porque so da mesmo para rir!!!

osbandalhos disse...

hehehe passei por esta e não a li. Estas respostas são tão ridículas que eu acho que os gajos que as assinam são paneleiros. Para testar, não utilizei livro de reclamação mas um papelinho para sugestões que se metia numa caixinha. Já que não voto, pelo menos tenho a ranhura da caixa de sugestões para enfiar.
Protestei pelo horário descabido dos autocarros com os comboios (da mesma empresa. O Autocarro chegava sempre 2 minutos depois do comboio passar e esperava-se 28 minutos pelo próximo). Não podem alterar o horário de fim-de-semana? Fazer sair o autocarro 5 minutos antes será suficiente. Responderam-me com uma coisa parecida com esta do hospital: impossível satisfazer tudo e todos mas procuravam melhorar os serviços para que blá blá blá.
Next: Uma só bilheteira para passes e bilhetes. Último dia do mês. 30 minutos de espera para comprar o passe. 30 minutos de espera para comprar um bilhete. Sugestão: De que vale ter comboios de 10 em 10 minutos se são necessários 30 de espera para comprar um bilhete para uma ida, do "deserto" até Lisboa.
Resposta da empresa: igualzinha à mesma da sugestão dos horários.
Não me lembro se já sugeri chamar-lhes filhos-da-puta de burros, mas com que esperança? De receber outra carta dizendo que é impossível satisfazer tudo e todos mas que procuram melhorar os serviços...